top of page
4931029.jpg

DESPERTANDO A MULHER SELVAGEM | MULHERES QUE CORREM COM OS LOBOS

Atualizado: 12 de fev.


Despertando a Mulher Selvagem: Explorando a "Mulher Selvagem" em "Mulheres que Correm com os Lobos"


"Mulheres que Correm com os Lobos" é uma obra icônica que nos leva a uma jornada profunda de autodescoberta e empoderamento feminino.


Um dos conceitos mais impactantes do livro é o da "Mulher Selvagem".


Neste artigo, iremos explorar o significado e a importância dessa figura arquetípica, conforme apresentada pela renomada autora: Clarissa Pinkola Estés.

A "Mulher Selvagem" representa a essência intrínseca de todas as mulheres - sua natureza instintiva, selvagem e autêntica.


Ela personifica a sabedoria ancestral, a intuição profunda e a força interior inabalável que todas nós possuímos.


No livro, Clarissa compartilha contos e mitos que ecoam essa energia arquetípica, nos convidando a reivindicar a nossa natureza selvagem e abraçar a nossa autenticidade.


Em um mundo onde as mulheres são frequentemente pressionadas a se adequar a normas e expectativas sociais, o conceito da Mulher Selvagem nos lembra da importância de honrar a nossa verdadeira essência.


Reconectar-se com essa energia primordial é um ato de libertação, permitindo-nos viver com autenticidade, coragem e poder.


É um lembrete de que somos criaturas poderosas, com a capacidade de curar a nós mesmas e aos outros.


Ao explorar os ensinamentos e histórias compartilhados por Clarissa, somos incentivadas a desbloquear o potencial da Mulher Selvagem nas nossas próprias vidas.


Ela nos convida a confiar na nossa intuição, a seguir os nossos instintos e a abraçar as transformações necessárias para nosso crescimento pessoal.


Ao abraçar a nossa natureza selvagem, encontramos a coragem de enfrentar desafios, superar medos e tornar-nos versões mais autênticas de nós mesmas.

A Mulher Selvagem, retratada em "Mulheres que Correm com os Lobos", desperta em todas nós a lembrança da nossa força interior, a nossa conexão com a sabedoria ancestral e a nossa capacidade de viver com autenticidade.


Ao abraçar essa energia primordial, encontramos a liberdade de ser quem realmente somos.


Que cada mulher se permita explorar a sua própria versão da Mulher Selvagem, despertando o seu poder inato e vivendo uma vida alinhada com a sua verdadeira essência.


Até o próximo post...


Me siga nas minhas outras redes sociais e fique por dentro de tudo...




19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Rubens Saraceni Umbanda Atendimentos com Magia Divina Terapia com Mesa Radiônica Curso de Magia Divina Consulta Terapêutica c
bottom of page