top of page
4931029.jpg

PAI OBALUAÊ - ORIXÁ DA SAÚDE E DA CURA

Atualizado: 23 de out. de 2022

É com muito respeito e reverência que venho falar do nosso Pai Obaluaê, o orixá responsável pela terra e pela morte.


É chamado sempre que necessário no afastamento de enfermidades e encaminhamento de espíritos desencarnados.


QUEM É O PAI OBALUAÊ?


Pai Obaluaê é o orixá da cura em todos os seus aspectos, da terra, do respeito aos mais velhos e protetor da saúde.


Pai Obaluaê, junto com Pai Omolu, é o Orixá mais temido dentre todos!


É da Terra que tudo nasce e tudo tem seu fim, por isso Pai Obaluaiê rege estas questões relacionadas à morte.

É ele quem conduz o desencarnado a fazer a “passagem” que é a maior evolução pela qual podemos passar.


Pai Obaluaê é sinônimo de respeito: ninguém esconde nada dele, pois é capaz de enxergar qualquer detalhe da vida de uma pessoa.


É também protetor dos doentes e pobres, pois ele conhece o sofrimento de carregar uma enfermidade e não quer que ninguém passe por essa dor.


Sendo assim, Pai Obaluaê está associado à saúde e à cura.


VESTIMENTA DO PAI OBALUAÊ


A roupa de Pai Obaluaê é especial: ele é coberto por uma palha e nenhum humano pode ver Pai Obaluaê sem ela, pois seu brilho é intenso como o Sol!


Pai Obaluaê é senhor dos espíritos, mediador entre o mundo material e espiritual.

Ele conhece a tristeza e as dores como ninguém, e é a prova de que tudo pode ser superado se você tiver coragem de seguir em frente e vontade de viver.


CARACTERÍSTICAS DE PAI OBALUAÊ


Pai Obaluaê carrega consigo uma lança de madeira, o Lagidibá e o Xaxará para espantar as energias ruins dos eguns.

A sua aparência é de grande porte e está sempre vestido de Filá e Azé, roupas de palha, porque, segundo o que dizem, seu brilho é intenso como o Sol.


A sua postura é curva, como a de quem carrega um grande peso e sente uma imensa dor e um grande sofrimento.


Há também a crença de que a palha que cobre o seu rosto esconde os mistérios da vida e da morte.


Acredita-se que Pai Obaluaê está ligado à evolução dos seres humanos, por ser o orixá responsável pelas passagens do mundo dos mortos para o dos vivos e vice-versa.


PAI OBALUAÊ E A SUA HISTÓRIA


Pai Obaluê é filho da Orixá Nanã Buruque e do Orixá Oxalá, e irmão de Oxumaré.


Devido a erros cometidos por Nanã ao confrontar Oxalá, Obaluaê nasceu cheio de feridas e a sua mãe o abandonou para morrer na beira do mar.


Iemanjá, a rainha do mar, ao caminhar sobre os seus domínios, encontrou a criança enferma e sendo comida por caranguejos.


A piedade e compaixão tocaram o coração de Iemanjá.


E Iemanjá adotou como o seu filho, com amor e muito carinho e também cuidou das suas feridas, ensinado-o a superar males e a curar doenças.


Obaluaê cresceu cheio de cicatrizes, e isso o deixava com vergonha.


Como meio de esconder, ele passou a cobrir-se todo com palhas, ficando somente os braços e pernas de fora.


Ele cresceu tímido, sempre de cabeça baixa, se escondendo de todos e pensando no porquê fora abandonado por sua verdadeira mãe.


Certa vez, quando estava a caminhar pelo mundo, passou por uma aldeia com muita fome e sede.

Os moradores estranharam a figura de Obaluaê coberta de palhas e não reconhecendo o Orixá, negaram a dar até mesmo um copo com água para ele.


Muito desapontado e triste, Obaluaê ficou nos arredores da vila observando aquele povo e ao tempo que ficou observando o povo e o local, a aldeia caiu em plena miséria, pessoas ficaram muito doente, o sol queimou todas as lavouras, tudo ficou improdutivo naquela aldeia.


Sem saber o que acontecia, os moradores da vila chegaram a conclusão de que tudo havia iniciado depois de negarem água ao desconhecido.


Arrependidos, os líderes do povo recolheram o pouco de alimento que restara e levaram ao forasteiro em pedido de perdão.


Compreendendo a sua dor, Obaluaê entrou novamente no vilarejo e tudo voltou à vida imediatamente.


Pai Obaluaê pediu a todos que nunca negassem um prato de comida ou um copo com água a alguém necessitado, porque somente quem sofre sabe o peso que carrega nesta vida e não merece mais uma punição.


De volta à terra dos Orixás, Obaluaê chegou em meio a uma grande festa com todas as divindades presentes.


Como não gostava de multidões e sentia vergonha de sua aparência, preferiu se manter longe, apenas observando.


A Orixá Iansã, que domina os ventos, viu Obaluaê de canto e ficou com muita curiosidade de saber como ele era!


Ela enviou uma ventania no Orixá que levantou as palhas que o cobriam.


Obaluaê ficou imóvel e assustado.


Todos que estavam na festa também pararam para ver pela primeira vez um rapaz tão belo que brilhava como o Sol.


E Iansã dançou com ele até o final da festa, e a partir desse dia, os dois uniram-se para combater a morte e as doenças.


COMO SÃO OS FILHOS DE PAI OBALUAÊ?


Os filhos do orixá Pai Obaluaê buscam sempre o perfeccionismo, por isso se cobram muito.


Eles nunca desistem de um projeto no meio e são muito pacientes para chegar até o fim, independentemente do tempo que isso levar.


A suas aparências são mais frágeis e carregam um olhar distante e um semblante baixo, como se fossem tristes.


Com uma sensibilidade única, os filhos de Pai Obaluaê precisam ter muitos amigos ao seu lado e são, por natureza, mais introspectivos, calados e simples.


Por serem pessoas reservadas, a falta de amigos pode fazer com que eles mergulhem em solidão.


Devido a todas essas características, os filhos de Pai Obaluaê têm dificuldades de se entregar ao amor.


Mesmo sendo pessoas doces e sinceras, a limitação aparece por causa do medo de se decepcionar.


O seu jeito solitário e pessimista também pode acarretar problemas na saúde, então eles precisam lutar muito contra a depressão; por isso, é indicado que os filhos de Pai Obaluaê estejam em constante contato com a fé, a espiritualidade, a meditação e, principalmente, de pessoas que o façam se sentir alegre e motivado.


COMO SE CONECTAR COM A CURA E A SAÚDE DE PAI OBALUAÊ


Para se conectar com Pai Obaluaê é no mês de agosto, sinta-se envolvido por suas palhas da cabeça aos pés!


Silencie, reconheça e proteja o seu “SOL”, seu brilho interior.

Faça uma oração ou canto para o Pai Obaluaê, pedindo que ele favoreça os aprendizados que a doença e a morte nos trouxe, e que permita a cura da enfermidade em que está no momento.


ORAÇÃO A PAI OBALUAÊ


"Salve o Senhor o Rei da Terra!


Médico da umbanda, Senhor da Cura de todos os males do corpo e da alma.


Pai da riqueza e da bem-aventurança.


Em ti deposito minhas dores e amarguras, rogando-te as bênçãos de saúde, paz e prosperidade. Que a Vossa Bênção paralise toda e qualquer negatividade que pretenda fazer adoecer a minha vida e o meu caminhar.


Amado Pai, eu vos peço que semeie dentro de mim as sementes da vida verdadeira, para que eu me comporte como filho de DEUS e compreenda a presença divina em mim e nos meus semelhantes. Peço vosso amparo curador, meu pai Omolu, cure minhas doenças espirituais, que impedem minha evolução.


Vós que sois o amparador dos espíritos caídos nas trevas da ignorância, me ampare e me guie com vossos braços fortes de protetor da vida. Senhor da terra, abençoe o chão que piso e me sustente para trilhar caminhos retos e luminosos na Criação.


Cure-me de meus egoísmos, vaidades, ignorância, rancores, de minhas mágoas e tristezas e ajude-me a ter mais compaixão, alegria, confiança, fé, amor, tolerância, paciência para que eu viva em harmonia com os que me cercam. Cubra meu lar e o de familiares com vosso manto protetor e cure todas as doenças materiais e espirituais que rodeiam eles. Faz-me um filho de bom ânimo e disposição, para triunfar na luta pela sobrevivência e pela evolução espiritual.


Faz-me digno de merecer todos os dias as vossas bênçãos de luz e misericórdia.


Atotô, meu Pai Obaluaê!"


SINCRETISMO DE PAI OBALUAÊ


  • Dia de Obaluaê: o seu dia da semana é a segunda-feira, e a comemoração no seu nome é em 16 de agosto.

  • Cor de Obaluaê: violeta

  • Obaluaê no Sincretismo: São Roque – santo da Igreja Católica, padroeiro dos enfermos, vítimas de peste e dos cirurgiões. São Lázaro - o protetor dos leprosos e dos mendigos, que mesmo carregando diversas chagas no seu corpo não deixou de ter fé.

  • Saudação a Obaluaiê: “Atotô Obaluaê” que significa “silêncio para o grande Rei da Terra”

  • Ervas de Obaluaê: Buchinha do Norte, Mamonas, Casca de cebolas e casca de alhos.

  • Ferramenta de Obaluaê: o Xaxará, que é um cetro de mão, feito de nervuras da palha do dendezeiro, enfeitado com búzios e contas. Além de representar a sua conexão com a terra, é também através dele que capta das casas e das pessoas as energias negativas e“varre” as doenças, impurezas e males.

  • Oferendas e comidas de Obaluaê: Pipoca



ATIVAÇÃO PAI OBALUAÊ - 24/08


Ritual de ativação realizada a Pai Obaluaê com a Mesa Radiônica dos Tronos®



Agora que já sabe mais sobre Pai Obaluaê, esperamos que consiga se relacionar com ele de uma forma melhor.


Atotô Obaluaê!

Gostou do nosso artigo! Compartilhe com amigos que precisa saber....


Até o próximo post...


Fátima Moral


Me siga nas minhas outras redes sociais e fique por dentro de tudo...




0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Terapia Orixás
bottom of page